terça-feira, 16 de agosto de 2016

VINÍCIUS MADUREIRA 44.123 \ VEREADOR 2016

Eu sou Vinícius Madureira, presidente do PRP, tenho 31 anos, estudei no Liceu, Félix Miranda e Salesiano, fui presidente do diretório acadêmico da Universidade Cândido Mendes, onde me formei em Direito.
Sou advogado há oito anos, Presidi a Comissão de Relações Institucionais da Ordem dos Advogados de Campos, sou Professor da Universidade Fluminense de Campos, fui professor da Escola Técnica de Campos, ETC, onde lecionei Ética e Direito durante 8 anos. Sou especialista em Gestão Pública pela UFRJ, e em Direito Privado pela FDC, pós-graduado em Ciências Criminais e Direito Público pela UCAM, pós-graduado em Controle e Orçamento pela Cândido Mendes, e Mestrando em Educação pela FUNIBER.
Atuei na formalização e capacitação dos mais de 15 mil pequenos empreendedores de Campos. Sou o criador do projeto social “Chega Mais Comunidade”, fornecendo atendimento médico, jurídico, dentre outros, em regiões carentes do nosso Município.
Eu penso que Campos merece uma Câmara mais atuante, com vereadores preparados e preocupados com o cidadão, proporcionando uma fiscalização na prestação dos serviços oferecidos na cidade, principalmente em relação à saúde e educação.
Eu defendo uma Campos para todos, para o Centro, mas também para Guarus, pra Baixada, de Santo Eduardo a Serrinha, queremos que todos ganhem com o funcionamento do Porto do Açu, e para isso é necessário defender as vagas de emprego da região bem como lutar para a formação técnica e profissional dos Campistas. Quero uma Cidade mais justa! Eu quero ir em frente, QUERO SER O SEU VEREADOR, quero ter orgulho do meu trabalho, das coisas que eu faço e das idéias que eu defendo.
Eu quero ser o vereador do jovem que trabalha, mas também daquele que não conseguiu o primeiro emprego, quero lutar pela sua formação técnica e a inclusão no mercado de trabalho. Eu quero ser o vereador, do idoso, da criança e do adolescente, quero ser o vereador do portador de necessidades especiais, fazendo cumprir a lei da acessibilidade, quero editar leis com o objetivo de melhorar o atendimento do PROCON, criar normas para o desenvolvimento do nosso Município, editar a lei do orçamento participativo, quero implementar a lei da reserva de orçamento para o programa de bolsas de estudo profissionalizantes, técnicos e superior, ajudando no desenvolvimento do Município e na redução do desemprego, quero ser um vereador diferente para os campistas.
Eu sei fazer e quero realizar, basta uma oportunidade para mudar o conceito de vereador, serei um vereador atuante e acessível. SIM, VOCÊ PODE MUDAR!
Vinícius Madureira - 44123

terça-feira, 19 de julho de 2016

RESOLUÇÃO DO TRE PODE BARRAR VÁRIAS CANDIDATURAS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES/RJ

Em sessão realizada na tarde desta segunda-feira, dia 18 de julho de 2016, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), através do seu presidente Antônio Jayme Boente, anunciou uma resolução estabelecendo que todos os diretórios municipais de partidos que não tenham CNPJ até a data de hoje, não poderão registrar candidaturas nas próximas eleições de outubro.
Foi publicada no Diário da Justiça Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tre-rj.jus.br, a resolução n°170/2016.
A lista contempla mais de 400 órgãos partidários municipais e ainda 4 órgãos regionais (Partidos NOVO, REDE, PROS e PCO), sem regularidade na inscrição do CNPJ.
Salienta-se que a regularidade do órgão partidário junto a Receita Federal no que tange ao CNPJ, é imprescindível para o lançamento de candidatura de seus filiados, além de ser necessária para a abertura de conta bancária, conforme Resolução TSE 23.464/2015.
Em Campos dos Goytacazes, os partidos que saíram na listagem da resolução n° 170/2016 do do TRE são: o PSL e o REDE.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Comuncado de adequação Estatutária do PRP com a nova Legislação Eleitoral.

O PRP no prazo previsto em lei, em dezembro de 2015, quando a lei Eleitoral foi alterada, prontamente regularizou o seu estatuto, que passou a ter nova redação, conforme protocolo datado do dia 29 de dezembro do ano de 2015, no cartório do primeiro ofício de Brasília.
Desta forma em alteração Estatutária, em seu art.8, prevê que para concorrer a cargo eletivo, o filiado devera estar regularmente inscrito no PRP no prazo legal, ou seja, com a alteração na legislação, que diminui prazo para filiação partidária, para seis meses, tornando todos os filiados que concorreram ao pleito eleitoral do ano de 2016, aptos a participarem das eleições, mesmo aqueles que se filiaram em um prazo de até seis meses..
Conforme
Vinícius Madureira, Presidente Municipal do PRP Campos dos Goytacazes/RJ

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Atentado ao ex Prefeito de São Fidelis Davi Loureiro

http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigomobi.aspx?id=20071

Acabei de ficar sabendo de um atentado ao ex Prefeito de São Fidelis Davi Loureiro,  que teve o carro metralhado por bandidos.

Davi,  homem valente que é  conhecido por enfrentar os poderosos e denunciá -los,  foi covardemente atingido hoje por dois disparos,  dos vários dados contra o seu carro.

Davi Loureiro, é  um homem simples,  prestativo e que sempre está a disposição da população para ajudar e é  solicito aos inúmeros problemas sociais da região.

Esperamos que a Polícia Civil prenda rapidamente esses criminosos e descubram o mandante.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Professor Vinícius Madureira/; Ética passada a limpo!

Muito se fala sobre ética nos dias atuais. O tema está na ordem do dia, tanto no meio acadêmico como nas ruas, em que se trata de temas cotidianos como a corrupção na política e a violência. Nas universidades busca-se entender as razões pelas quais o ser humano é correto ou não; busca-se viajar pelas sendas da filosofia, onde pensadores de épocas diferentes tentaram responder se o ser humano é naturalmente bom ou não. Há uma angústia recorrente dos filósofos em construir conceitos que ajudam a sociedade a viver melhor.
Protágoras, pensador grego que viveu entre 487 e 420 antes de Cristo, achava que ética era uma coisa empírica. Cada pessoa, segundo ele, adotaria a conduta mais conveniente à sua própria escala de valores. Para o pensador, o certo e o errado deveriam ser avaliados em função das necessidades do homem, e, portanto, os critérios de avaliação variariam de sujeito para sujeito. Posição parecida, mas ampliada, adotaram dois sociólogos franceses, Durkheim e Bouglé, no século 19, que consideravam que os valores éticos (o certo, bom, justo, verdadeiro) são obtidos por apreciação coletiva, e, portanto, variam conforme o grupo focalizado.
Mas antes deles alguém definiu, com mais precisão, o sentido da palavra ética. Foi Aristóteles, que afirmava existir um valor supremo, que norteia a vida das sociedades. Esse valor é a felicidade. Felicidade, em grego, é a junção de eu (bom) e demonia (espírito). A corrente foi enriquecida, mais tarde, por outros filósofos que consideravam que a felicidade era o fim, o objetivo, e que a virtude era o meio, a ferramenta, para se alcançar a felicidade.
O primeiro é fazer o bem. O segundo é agir com moderação, buscando o equilíbrio, eliminando os excessos. O terceiro é saber escolher, e aí está implícito o favor de subjetividade que é preciso existir em cada conceito, porque cada ser humano é diferente do outro, e carrega sua experiência, sua cultura, que o torna único. A questão, envolvida na escolha, é que a decisão, para ser boa, precisa levar em conta, necessariamente, os dois passos anteriores: fazer o bem e agir com moderação. O quarto passo é praticar as virtudes. Uma atitude essencial, porque não basta fazer o bem, agir com moderação e saber escolher, se a pessoa não se dedicar a praticar os valores que adquiriu. Com isso, o quinto passo é praticamente automático: viver a justiça. Quem segue os quatro primeiros passos aprende, incorpora o sentido de fazer as boas coisas olhando para o outro e para as necessidades do outro, sem esquecer de si mesmo. Isto é a base da justiça. O sexto passo é valer-se da razão, ou seja, da consciência, do pensamento analítico. Está intimamente ligado ao sétimo passo, que é valer-se do coração. Duas orientações que se complementam: a pessoa deve usar uma balança em que se equilibrem, com peso equivalente, o racional e o emocional. As chances de que as escolhas sejam acertadas, agindo assim, são grandes. O oitavo passo é ser amigo. Quem é amigo aplica todos os conceitos que acabamos de ver, sem dificuldade.
O nono passo (cultivar o amor) é quase um corolário para o décimo (ser feliz). Aí está, portanto, um rosário de recomendações que retira o aspecto generalista dos conceitos que historicamente acompanham as discussões sobre ética. Norberto Bobbio, um dos grandes pensadores contemporâneos, por exemplo, aponta a honestidade como uma virtude válida para todos os homens, mas que, ao mesmo tempo, é uma atitude unida à conduta correta de uma pessoa no exercício da sua profissão. Ou seja, o homem tem que ser honesto, mas o médico também tem que ser um profissional honesto. É isso o que se diz nas ruas e em todos os lugares. Este tema é fundamental na escola. Um dos tantos objetivos da educação é ensinar a conviver. E o convívio significa respeito, cooperação, ternura, enfim. E isso é a ética. A ética se aprende nos livros, nas lições dos grandes mestres. E se aprende no cotidiano, no exercício de ser correto. Bom seria se os pais dessem o exemplo primeiro. Os filhos precisam de referências. Que os políticos e as pessoas de alguma visibilidade também se preocupassem em viver de maneira correta e que na escola professores e alunos interagissem de modo a construir relações éticas que gerassem um clima de confraternização e cooperação. E esse aluno-cidadão será um profissional-cidadão. E portanto ético e portanto feliz. Aliás, esse é o conceito já presente em Aristóteles: nascemos para ser felizes e para fazer os outros felizes. Isto é a ética.
(Artigo publicado na Revista Profissão Mestre, edição de novembro de 2007)
Vinícius Madureira é Advogado, Professor e Presidente da Comissão de Relações Institucionais da Ordem dos Advogados do Brasil- Subseção Campos dos Goytacazes/RJ.

Segundo Chega Mais Comunidade, atende mais de 500 pessoas no Bairro São Mateus em Campos dos Goytacazes: Ação Social do Vinícius Madureira!

.
Neste último domingo dia 31 de maio deste ano de 2015, tive o orgulho de implementar juntamente com meus amigos, a segunda edição do Chega Mais Comunidade de Campos dos Goytacazes, onde todo o último domingo de cada mês, levamos aos bairros de Guarus, sobretudo os mais carentes atendimento médico, jurídico, psicólogo, dentistas, fisioterapeutas, professores de educação física, dentre outros amigos profissionais
A primeira edição do Chega mais Comunidade foi no Bairro do Lebret, e a segunda ocorreu no Bairro do São Mateus!
Além do serviço de saúde preventiva, com a aferição da pressão arterial, glicose, percentual de gordura, escovação e flúor, levamos atendimento jurídico, com profissionais advogados, instruindo a população em seus direitos e obrigações, esclarecendo dúvidas da população.
Ainda para os comerciantes do bairro que trabalham na informalidade, passamos orientações e abrimos o CNPJ através do Microempreendedor Individual, sendo todos os serviços gratuitos.
Assim só tenho a agradecer a todos os amigos que aderiram ao nosso projeto social, doando um pouco do muito que Deus nos tem dado! O nosso próximo evento será no querido bairro do Cidade Luz, e levaremos além de todos os serviços, diversas atividades para as crianças!
Se você tem vontade de ajudar em um projeto filantrópico, junte-se a nós, envie seu contato para o meu e-mail: viniciuscm@hotmail.com e venha fazer o bem! ..
. Vem vamos embora que esperar não é fazer, quem sabe faz a hora não espera acontecer!
Idealizador do projeto: Vinícius Madureira

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Programa Seus direitos na TV Diario

O programa Seus Direitos da TV Diário,  é  um programa de iniciativa da Ordem dos Advogados de Campos, para esclarecer a população dúvidas acerca dos seus direitos e obrigações.

Hoje tive a oportunidade de falar sobre Direito do Trabalho, disciplina que leciono, e pudemos esclarecer dúvidas da população no que tange a direito de férias, rescisão, jornada de trabalho, estabilidade no emprego.

Gostaria de agradecer aos membros da Comissão de Relações Institucionais da OAB- Campos-RJ, que Presido juntamente com o Presidente da Ordem dos Advogados o Dr. Carlos Fernando Guru, pelo excelente trabalho a frente da nossa instituição.

Maior crise hídrica da história de Campos.

Hoje participei da reunião do Conselho Gestor em Campos,  que teve a explanação do Presidente da Coagro.
De acordo com informação de especialistas,  nunca hoje em Campos uma seca tão rigorosa como a de hoje.
Os descaso com o meio ambiente,  que ouvíamos anos atrás,  estão cada vez mais próximos,  alterando nosso meio de vida,  prejudicando a saúde e ainda afetando diretamente a economia do Município.
Não bastasse a crise do Petróleo,  que resultou uma baixa no repasse para os municípios de royalties,  o setor da cana de açúcar,  antes forte em nossa cidade está em baixa,  em razão da falta de chuva em nosso Município.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Programa Seus Direitos ds OAB Campos, pela TV Diário.

Hoje participei como Presidente da Comissão de Relações Institucionais da OAB- Campos-RJ,  do programa Seus Direitos.
O programa de hoje em razão da semana do Microempreendedor Individual,  foi sobre Direito Empresarial.
Conforme prevê o artigo 966 do Código Civil,  e a lei complementar 128/2008, Microempreendedor Individual é  aquela espécie de empresário que circula capital bruto de até 60 mil reais por ano,  podendo ter um funcionário,  não podendo ter outra empresa,  ou ser sócio.
O MEI não precisa de contabilidade formal,  nem contador,  precisa apenas de controle simplificado.
Tem direitos empresariais e previdenciarios.

Dia do Microempreendedor Individual comemorado em Campos dos Goytacazes.

No dia 16 de abril de 2015,  comemoramos o dia do Microempreendedor Individual,  e para comemorar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico desenvolveu uma série de atividades voltadas para o dia em tela...
Hoje em Campos temos mais de 13 mil Microempreendedores,  que são beneficiados pela lei do MEI,  ganhando cidadania empresarial,  bem como direitos previdenciarios.
Em tempos de crise econômica,  o Microempreendedorismo,  torna - se uma volvula de escape,  proporcionando um caminho para investimento e ingresso no mercado de trabalho.
O SEBRAE também nesta semana desenvolveu uma série de eventos para comemorar a data,  com palestras e oficinas.
Estive palestrando na secretaria de Desenvolvimento na quarta,  dia 15 e na segunda feira dia 13 no SEBRAE.
A secretária de Desenvolvimento Econômico estimula,  ajuda a desenvolver a atividade de empresa,  como estratégia para o desenvolvimento regional,  proporcionando a redução do desemprego.

Ocorreu um erro neste gadget