terça-feira, 2 de junho de 2015

Professor Vinícius Madureira/; Ética passada a limpo!

Muito se fala sobre ética nos dias atuais. O tema está na ordem do dia, tanto no meio acadêmico como nas ruas, em que se trata de temas cotidianos como a corrupção na política e a violência. Nas universidades busca-se entender as razões pelas quais o ser humano é correto ou não; busca-se viajar pelas sendas da filosofia, onde pensadores de épocas diferentes tentaram responder se o ser humano é naturalmente bom ou não. Há uma angústia recorrente dos filósofos em construir conceitos que ajudam a sociedade a viver melhor.
Protágoras, pensador grego que viveu entre 487 e 420 antes de Cristo, achava que ética era uma coisa empírica. Cada pessoa, segundo ele, adotaria a conduta mais conveniente à sua própria escala de valores. Para o pensador, o certo e o errado deveriam ser avaliados em função das necessidades do homem, e, portanto, os critérios de avaliação variariam de sujeito para sujeito. Posição parecida, mas ampliada, adotaram dois sociólogos franceses, Durkheim e Bouglé, no século 19, que consideravam que os valores éticos (o certo, bom, justo, verdadeiro) são obtidos por apreciação coletiva, e, portanto, variam conforme o grupo focalizado.
Mas antes deles alguém definiu, com mais precisão, o sentido da palavra ética. Foi Aristóteles, que afirmava existir um valor supremo, que norteia a vida das sociedades. Esse valor é a felicidade. Felicidade, em grego, é a junção de eu (bom) e demonia (espírito). A corrente foi enriquecida, mais tarde, por outros filósofos que consideravam que a felicidade era o fim, o objetivo, e que a virtude era o meio, a ferramenta, para se alcançar a felicidade. No meu livro Os dez mandamentos da ética, faço uma reflexão sobre a genial obra "Ética a Nicômaco", de Aristóteles. Apresento os passos para que a ética seja vivenciada.
O primeiro é fazer o bem. O segundo é agir com moderação, buscando o equilíbrio, eliminando os excessos. O terceiro é saber escolher, e aí está implícito o favor de subjetividade que é preciso existir em cada conceito, porque cada ser humano é diferente do outro, e carrega sua experiência, sua cultura, que o torna único. A questão, envolvida na escolha, é que a decisão, para ser boa, precisa levar em conta, necessariamente, os dois passos anteriores: fazer o bem e agir com moderação. O quarto passo é praticar as virtudes. Uma atitude essencial, porque não basta fazer o bem, agir com moderação e saber escolher, se a pessoa não se dedicar a praticar os valores que adquiriu. Com isso, o quinto passo é praticamente automático: viver a justiça. Quem segue os quatro primeiros passos aprende, incorpora o sentido de fazer as boas coisas olhando para o outro e para as necessidades do outro, sem esquecer de si mesmo. Isto é a base da justiça. O sexto passo é valer-se da razão, ou seja, da consciência, do pensamento analítico. Está intimamente ligado ao sétimo passo, que é valer-se do coração. Duas orientações que se complementam: a pessoa deve usar uma balança em que se equilibrem, com peso equivalente, o racional e o emocional. As chances de que as escolhas sejam acertadas, agindo assim, são grandes. O oitavo passo é ser amigo. Quem é amigo aplica todos os conceitos que acabamos de ver, sem dificuldade.
O nono passo (cultivar o amor) é quase um corolário para o décimo (ser feliz). Aí está, portanto, um rosário de recomendações que retira o aspecto generalista dos conceitos que historicamente acompanham as discussões sobre ética. Norberto Bobbio, um dos grandes pensadores contemporâneos, por exemplo, aponta a honestidade como uma virtude válida para todos os homens, mas que, ao mesmo tempo, é uma atitude unida à conduta correta de uma pessoa no exercício da sua profissão. Ou seja, o homem tem que ser honesto, mas o médico também tem que ser um profissional honesto. É isso o que se diz nas ruas e em todos os lugares. Este tema é fundamental na escola. Um dos tantos objetivos da educação é ensinar a conviver. E o convívio significa respeito, cooperação, ternura, enfim. E isso é a ética. A ética se aprende nos livros, nas lições dos grandes mestres. E se aprende no cotidiano, no exercício de ser correto. Bom seria se os pais dessem o exemplo primeiro. Os filhos precisam de referências. Que os políticos e as pessoas de alguma visibilidade também se preocupassem em viver de maneira correta e que na escola professores e alunos interagissem de modo a construir relações éticas que gerassem um clima de confraternização e cooperação. E esse aluno-cidadão será um profissional-cidadão. E portanto ético e portanto feliz. Aliás, esse é o conceito já presente em Aristóteles: nascemos para ser felizes e para fazer os outros felizes. Isto é a ética.
(Artigo publicado na Revista Profissão Mestre, edição de novembro de 2007)
Vinícius Madureira é Advogado, Professor e Presidente da Comissão de Relações Institucionais da Ordem dos Advogados do Brasil- Subseção Campos dos Goytacazes/RJ.

Segundo Chega Mais Comunidade, atende mais de 500 pessoas no Bairro São Mateus em Campos dos Goytacazes: Ação Social do Vinícius Madureira!

.
Neste último domingo dia 31 de maio deste ano de 2015, tive o orgulho de implementar juntamente com meus amigos, a segunda edição do Chega Mais Comunidade de Campos dos Goytacazes, onde todo o último domingo de cada mês, levamos aos bairros de Guarus, sobretudo os mais carentes atendimento médico, jurídico, psicólogo, dentistas, fisioterapeutas, professores de educação física, dentre outros amigos profissionais
A primeira edição do Chega mais Comunidade foi no Bairro do Lebret, e a segunda ocorreu no Bairro do São Mateus!
Além do serviço de saúde preventiva, com a aferição da pressão arterial, glicose, percentual de gordura, escovação e flúor, levamos atendimento jurídico, com profissionais advogados, instruindo a população em seus direitos e obrigações, esclarecendo dúvidas da população.
Ainda para os comerciantes do bairro que trabalham na informalidade, passamos orientações e abrimos o CNPJ através do Microempreendedor Individual, sendo todos os serviços gratuitos.
Assim só tenho a agradecer a todos os amigos que aderiram ao nosso projeto social, doando um pouco do muito que Deus nos tem dado! O nosso próximo evento será no querido bairro do Cidade Luz, e levaremos além de todos os serviços, diversas atividades para as crianças!
Se você tem vontade de ajudar em um projeto filantrópico, junte-se a nós, envie seu contato para o meu e-mail: viniciuscm@hotmail.com e venha fazer o bem! ..
. Vem vamos embora que esperar não é fazer, quem sabe faz a hora não espera acontecer!
Idealizador do projeto: Vinícius Madureira

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Programa Seus direitos na TV Diario

O programa Seus Direitos da TV Diário,  é  um programa de iniciativa da Ordem dos Advogados de Campos, para esclarecer a população dúvidas acerca dos seus direitos e obrigações.

Hoje tive a oportunidade de falar sobre Direito do Trabalho, disciplina que leciono, e pudemos esclarecer dúvidas da população no que tange a direito de férias, rescisão, jornada de trabalho, estabilidade no emprego.

Gostaria de agradecer aos membros da Comissão de Relações Institucionais da OAB- Campos-RJ, que Presido juntamente com o Presidente da Ordem dos Advogados o Dr. Carlos Fernando Guru, pelo excelente trabalho a frente da nossa instituição.

Maior crise hídrica da história de Campos.

Hoje participei da reunião do Conselho Gestor em Campos,  que teve a explanação do Presidente da Coagro.
De acordo com informação de especialistas,  nunca hoje em Campos uma seca tão rigorosa como a de hoje.
Os descaso com o meio ambiente,  que ouvíamos anos atrás,  estão cada vez mais próximos,  alterando nosso meio de vida,  prejudicando a saúde e ainda afetando diretamente a economia do Município.
Não bastasse a crise do Petróleo,  que resultou uma baixa no repasse para os municípios de royalties,  o setor da cana de açúcar,  antes forte em nossa cidade está em baixa,  em razão da falta de chuva em nosso Município.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Programa Seus Direitos ds OAB Campos, pela TV Diário.

Hoje participei como Presidente da Comissão de Relações Institucionais da OAB- Campos-RJ,  do programa Seus Direitos.
O programa de hoje em razão da semana do Microempreendedor Individual,  foi sobre Direito Empresarial.
Conforme prevê o artigo 966 do Código Civil,  e a lei complementar 128/2008, Microempreendedor Individual é  aquela espécie de empresário que circula capital bruto de até 60 mil reais por ano,  podendo ter um funcionário,  não podendo ter outra empresa,  ou ser sócio.
O MEI não precisa de contabilidade formal,  nem contador,  precisa apenas de controle simplificado.
Tem direitos empresariais e previdenciarios.

Dia do Microempreendedor Individual comemorado em Campos dos Goytacazes.

No dia 16 de abril de 2015,  comemoramos o dia do Microempreendedor Individual,  e para comemorar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico desenvolveu uma série de atividades voltadas para o dia em tela...
Hoje em Campos temos mais de 13 mil Microempreendedores,  que são beneficiados pela lei do MEI,  ganhando cidadania empresarial,  bem como direitos previdenciarios.
Em tempos de crise econômica,  o Microempreendedorismo,  torna - se uma volvula de escape,  proporcionando um caminho para investimento e ingresso no mercado de trabalho.
O SEBRAE também nesta semana desenvolveu uma série de eventos para comemorar a data,  com palestras e oficinas.
Estive palestrando na secretaria de Desenvolvimento na quarta,  dia 15 e na segunda feira dia 13 no SEBRAE.
A secretária de Desenvolvimento Econômico estimula,  ajuda a desenvolver a atividade de empresa,  como estratégia para o desenvolvimento regional,  proporcionando a redução do desemprego.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Caminhada da Paz em Guarus

Domingo 29 de março de 2015,  houve em Guarus,  uma caminhada da paz,  promovida pela Diocese de Campos, unindo todas as Paróquias de Guarus em uma caminhada pela paz.
A caminhada partiu do Ciep do Calabouço até o terreno Paroquial de Custodópolis,  onde foi celebrada a Missa   de domingo de Ramos,  com a presença de todos os Padres de Guarus e o Bispo Diocesano Dom Roberto Ferreria.
A caminhada foi realizada em razão da crescente violência que devasta Guarus, com centenas de mortes por ano, por inúmeros problemas, dentre eles o tráfico e a guerra entre facções.
Os Padres pediram pela Paz e em um gesto concreto requerem um mini Batalhão da Polícia Militar em Guarus, bairro este que tem uma população maior que a de várias Cidades do Estado.
Centenas de pessoas acompanharam a caminhada e a Missa, esperançosas de promoverem a paz e sonhando com tempos melhores.
Hoje quem mora em Guarus, tem medo, a insegurança tira a liberdade do Cidadão de ir para as ruas, caminhar, das crianças brincarem em seu bairro, tudo isso em decorrencia de alguns infratores que aterrorizam o nosso bairro.
Por isso, atos concretos como esse são tão relevantes, para demonstrar que a sociedade organizada repudia atos de violência, e cobra das autoridades públicas uma solução.

quinta-feira, 5 de março de 2015

Inscrições para Bolsas de estudo em Campos dos Goytacazes 2015!

Sabemos que este ano será difícil, desemprego, recessão econômica... Sempre acreditei em um caminho... O estudo, a formação e a qualificação profissional... Só dessa forma, a população terá como ingressar nesse mercado competitivo... Assim, trabalhamos, em forma de parceria, para desenvolver um projeto social, nas melhores instituições de Campos... Já temos parceria com curso de Inglês, UNIFLU ( Universidade Fluminense) e etc... Uma parceria que vem dando muito certo e ajudando nossos jovens a ingressarem no mercado de trabalho de forma rápida, são os cursos profissionalizantes da Intec Cursos Treinamentos Campos, estamos com bolsas limitadas de até 50%. ‪ Bolsas de estudos em Campos para jovens estudantes. Projeto Social. Por um mundo melhor.

domingo, 30 de novembro de 2014

GUARDA COMPARTILHADA VIRA REGRA NA JUSTIÇA BRASILEIRA

A mudança aprovada pelo Senado que prioriza a guarda compartilhada em casos de separação dos pais foi uma notícia recebida com alívio por muitos brasileiros que estão brigando na Justiça pelo direito de passar mais tempo com os filhos.
Agora, se o pai e a mãe tiverem condições de criar os filhos e não abrirem mão desse direito, o compartilhamento da guarda passa a ser obrigatório, mesmo quando os pais estão em disputa ou desacordo.
O ex-casal vai dividir a responsabilidade por todas as decisões em relação aos filhos. E o tempo de convívio com as crianças, que será determinado por um juiz, deverá ser dividido de forma equilibrada entre a mãe e o pai.
A mudança só precisa da sanção da presidente Dilma Rousseff.
A mudança vai proteger crianças e adolescentes. Não existe ex-filho. Infelizmente, uma lei não tem o condão de, magicamente, alterar a racionalidade e a insensatez.
Mas o que pode ser mudado é a percepção de que uma separação deva significar a ruptura ou ruína de toda a família.
O importante é a compreensão de que essa lei é feita para proteger o interesse daquelas que mais precisam de afeto e de cuidado, que são os filhos.
Vinícius Chagas Madureira Advogado Cível Pós Graduado em Direito Civil.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Teoria da aprendizagem: A Neurociência a luz da Educação.

O problema da educação no Brasil esta longe de ser apenas no que tange a infraestrutura, de espaço, salas, comutadores e etc...
A verdade é que pode-se criar escolas pintadas a ouro, que por si só, pouco farão para uma educação de excelência.
Quem nunca ouviu dizer que escola pública, é fraca, professores em greve, e que os alunos não terão chances quando forem competir, ou o vestibular, ou no mercado de trabalho com os outros alunos vindos das redes privadas
. Então me responda.
Porque nas Universidades o efeito é ao contrário?
A neurociência ajuda e muito a responder essas perguntas.
Partindo do pressuposto que os alunos das redes públicas não encontram nenhuma motivação, não se sentem capazes, ficam desestimulados com o estudo.
Penso que a neurociência é fundamental para desenvolver habilidades, competências e conhecimentos, partindo do princípio que vem a ser através da prática, do tempo dedicado a cada atividade, que desenvolve-se um talento.
O vídeo da professora Suzana Herculano, demonstra que é de fundamental importância o estimulo ao aprendizado, desta forma, a capacidade que temos de achar que podemos realizar, determinado tipo de atividade, que vem a ser a motivação que nada mais é que nosso celebro criando expectativas do que pode dar certo.
Fica demonstrado a importância da avaliação que sinaliza o que ainda não aprendeu, e o nível de aprendizado, mas deve ser realizada de uma forma propícia onde o aluno possa ser capaz de aprender o que ainda não aprendeu.
No meu ponto de vista, a utilização da aprendizagem através da aplicação e conhecimento da neurociência é fundamental e deve ser a base, pelo fato de que a motivação, juntamente com a ideia que não existe diferença de aprendizado, faz com que o aluno, se sinta capaz de aprender, de ser o melhor. A partir da ideia de que o talento se faz com a prática, com a oportunidade de que o celebro tem e não um dom mágico, que uns nascem, fomenta o esforço individual, isso é importante, porque faz os alunos entenderem que o celebro tem a capacidade de evoluir com a prática.
Na minha opinião, o conceito de motivação, dado pelo texto " A utilização de recursos didáticos-pedagógicos na motivação da aprendizagem, tem uma ligação, com o vídeo no que tange a motivação. Elencando que no processo de aprendizagem a motivação deve estar presentes em todos os momentos, cabendo ao professor facilitar a construção do processo de formação, bem como, influenciar o aluno no desenvolvimento da motivação da aprendizagem.
O conhecimento que tenho do uso da neurociência na educação, é o do professor despertar no aluno o interesse para com o aprendizado, a emoção interfere no processo de retenção de informação. É preciso motivação para aprender.
Ocorreu um erro neste gadget